A prescrição médica é fundamental depois de uma consulta para guiar o paciente aos próximos passos do diagnóstico ou tratamento. Para tornar o processo mais prático e rápido, é possível aderir a modalidade digital, que além de agilizar a execução de exames, transmite as orientações da forma mais clara possível.

Muitas vezes, a recomendação do exame vem ilegível de alguma forma, ou ainda, o documento é perdido, dificultando a situação para pacientes, e até mesmo laboratório de exames. Por isso, a prescrição digital se tornou um recurso seguro e cada vez mais adotado.

Como funciona prescrição médica digital

Hoje em dia, existem plataforma, aplicativo e sistema para clínica voltados especialmente para facilitar a vida de médicos e pacientes. Eles funcionam de uma forma muito ágil e eficiente, veja o passo a passo:

  1. Ao final da consulta, o médico vai utilizar a plataforma adotada por ele, seu consultório ou hospital, para registrar os dados de identificação do paciente (como documento e nome) e o medicamento ou o exame que o paciente precisa;
  2. Logo após isso, o paciente vai receber um link por e-mail ou pelo celular, através de SMS, com a sua prescrição digital,
  3. Dependendo da plataforma e sistema utilizado pelo médico, o paciente poderá receber indicações de laboratórios próximos a ele que realizam o exame necessário.

A adesão da prescrição médica eletrônica

A Associação Paulista de Medicina, por meio de uma pesquisa realizada, constatou que 82,65% dos médicos de São Paulo já adotaram a digitalização na hora de prescrever remédios e encaminhar seus pacientes para exames.

E não são apenas os médicos que preferem o formato. De acordo com uma pesquisa do Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, 7 em cada 10 pessoas preferem a prescrição médica digitalizada.

Já existe uma lei no Brasil que obriga a legibilidade na prescrição, mas o documento eletrônico ainda não é obrigatório, embora alguns projetos de lei já foram apresentados na Câmara no passado. Isso nos leva a acreditar que esse cenário não esteja tão distante.

Vantagens da prescrição médica digital

Todos os lados do setor de saúde se beneficiam com a prescrição médica eletrônica: médicos, laboratórios, planos de saúde e quem mais importa no fim das contas, os pacientes. Mas não é apenas isso, a tecnologia também reduz os riscos de fraudes e erros da recomendação de procedimentos médicos.

Outra vantagem, como comentamos mais acima, é que um pedaço de papel pode facilmente ser perdido ou danificado, por isso, a receita médica eletrônica acaba sendo muito mais segura.

Benefícios do uso do sistema gerenciamento digital

Com o uso de sistemas de gerenciamento digitais existe mais proteção dos dados e agilidade no atendimento dos pacientes. Isso por que, com a evolução da tecnologia, é possível guardar arquivos importantes de maneira segura e eficiente. O que desocupa espaço físico e permite uma localização mais rápida dos documentos, que podem ser acessado em apenas alguns segundos.

Com todo esse sistema, além de armazenar os dados e o prontuário de seus pacientes de maneira segura, pode se prescrever a receita médica digital, que também possibilita um acesso mais rápido ao receituário, otimizando assim, o tempo de espera do paciente para realizar algum procedimento.

A Comigo Saúde acredita que em breve o Brasil vai estar 100% alinhado com os outros países que já utilizam a tecnologia para elaborar receitas. É importante que os profissionais de saúde entendam a importância das ferramentas tecnológicas, como a prescrição médica digital, e como elas podem ajudar a vida e a saúde de todos.