Os olhos são uma parte muito sensível e importante do nosso corpo, por isso, cuidar da saúde deles é fundamental. Existem várias doenças que podem afetá-los, seja por conta de infecções, disposição genética etc.

Quer conhecer um pouco mais sobre as doenças dos olhos e suas formas de tratamento, diagnóstico e prevenção? É só continuar a leitura e conferir o conteúdo que preparei para você!

Miopia, astigmatismo e hipermetropia

Essas três doenças são caracterizadas pela visão repentinamente se tornando embaçada, e elas geralmente ocorrem por fatores genéticos. Todas elas são corrigidas com o uso de óculos ou lentes de contato.

A miopia ocorre quando você enxerga normalmente de perto, mas embaçado de longe. Já a hipermetropia é o contrário, por isso, é impossível ter ambas em um mesmo olho (mas pode acontecer de ter uma em cada olho).

No astigmatismo, além de a visão estar borrada, ela pode também ficar um pouco distorcida. Todas as três costumam causar dor de cabeça, e só o oftalmologista poderá identificar essas condições e receitar o grau corretivo ideal.

Catarata

A catarata é uma doença que ocorre principalmente em idosos, e causa uma diminuição gradativa da visão. Em estágios mais avançados, o cristalino do olho fica visivelmente opaco, o que causa aquele aspecto leitoso. O cristalino é uma estrutura transparente, que fica por trás da iris (a parte colorida do olho).

A catarata é uma doença que impacta profundamente a qualidade de vida do paciente, e pode levar à cegueira total. Ela não pode ser prevenida, mas pacientes com diabetes tem uma maior propensão de desenvolvê-la, inclusive antes da terceira idade.

O diagnóstico é feito pelo oftalmologista e, em geral, o tratamento é uma cirurgia simples e bastante eficaz na eliminação do problema.

Glaucoma

Uma das doenças dos olhos mais comuns, o glaucoma também atinge majoritariamente pessoas idosas e diabéticos, e trata-se de um aumento na pressão do globo ocular, que causa perda da visão periférica.

O glaucoma crônico é assintomático, podendo só ser detectado pelo oftalmologista ao medir a pressão ocular. Já o glaucoma agudo causa fortes dores nos olhos e embaçamento na visão.

O tratamento é terapêutico e não leva a cura. Dependendo da intensidade da doença, pode ser feito com colírios, laser ou uma cirurgia.

Conjuntivite

A conjuntivite é uma doença infecciosa, podendo ser causada por vírus ou bactéria. Ela causa vermelhidão, inchaço das pálpebras, excesso de secreção e desconforto para abrir os olhos, com uma sensação de corpo estranho.

A conjuntivite não é uma doença grave, mas muito incômoda e extremamente contagiosa. A pessoa infectada deve sair de casa o mínimo possível e, ainda, trocar roupas de cama e toalhas com frequência para evitar reinfecção.

O tratamento é feito com colírio específico e profilaxia com soro fisiológico. A melhor forma de reduzir as chances de adquirir essa infecção é não coçar os olhos com as mãos sujas.

Alergias

Apesar de as alergias serem tratadas por outras especialidades médicas, você também deve consultar um oftalmologista, pois elas quase sempre afetam os olhos.

Sintomas de alergia incluem coceira, vermelhidão e ardor nos olhos e no nariz, espirros e sensação de incômodo na garganta. O tratamento em geral é feito com medicação por via oral (como Histamin, Loratadina etc., dependendo da necessidade do paciente).

O oftalmologista também pode prescrever colírios para atenuar a vermelhidão e coceira. Evite comprar colírios por conta própria, pois existem vários tipos para finalidades diferentes.

Agora que você já sabe tudo sobre doenças dos olhos, que tal compartilhar esse conhecimento com seus amigos nas redes sociais?