Sabia que nem só as gestantes precisam entender quais são os tipos de ultrassom existentes e para que servem? Trata-se de um exame muito útil e que pode ser a chave para concluir o diagnóstico de vários outros quadros — não só o de gravidez, como muitos imaginam. Na verdade, a ultrassonografia é uma ferramenta extremamente importante da medicina, tanto para os homens quanto para as mulheres.

Foi justamente pensando em mostrar os diferentes tipos de ultrassom, bem como suas respectivas utilidades, que a Comigo preparou este post completo. Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Continue a leitura e tire de vez as suas dúvidas!

O que é um exame de ultrassom?

A ultrassonografia — também chamada de ecografia — é um método que visa o diagnóstico por meio da imagem, assim como Raio X, tomografia, ressonância magnética etc.

O objetivo do ultrassom é detectar possíveis variações nos órgãos analisados. Por isso, quem conduz o exame utiliza de parâmetros como formas, tamanhos e texturas como base para auxiliar o médico no fechamento de um diagnóstico.

Há uma diferença muito importante entre o ultrassom e os outros exames que citamos logo acima. A técnica não usa de radiação ionizante, mas, sim, emite ondas de som em alta frequência, causando a vibração dos tecidos e, consequentemente, a formação da imagem.

Quais são os tipos de ultrassom mais pedidos pelos médicos?

Bom, agora que você já sabe o que é uma ultrassonografia, chegou a hora de conhecer os principais tipos de ultrassom pedidos pelos médicos. Vem Comigo!

Abdominal

Esse é um dos tipos de ultrassom frequentemente pedidos pelos médicos, já que pode verificar diversas condições.

Quando feito no abdômen superior, o exame avalia a situação do fígado, pâncreas, baço e vesícula biliar etc. Já a ultrassonografia de abdômen total, além dos órgãos já citados, também verifica como andam os rins, bexiga, artéria aorta e cavidades abdominais.

Das articulações

Quando o paciente apresenta queixas relacionadas às articulações, é comum que o médico solicite esse tipo de ultrassom para avaliação de estruturas como ombros, punhos, quadris, cotovelos, joelhos e tornozelos, além de músculos, tendões, entre outras.

Da circulação sanguínea

Esse é um dos tipos de ultrassom feito por meio de uma técnica chamada Doppler — em linhas gerais, dispositivo usado para detectar o deslocamento de fluidos como o sangue. Assim, é possível avaliar o seu fluxo, velocidade, entre outros parâmetros.

Por isso mesmo, quem tem ou possivelmente apresenta problemas na circulação faz a ultrassonografia de vascularização, avaliando o fluxo sanguíneo nos diversos órgãos do corpo.

As principais indicações para que o exame seja solicitado são estudo de varizes nos membros inferiores, insuficiência arterial, alterações, lesões no fígado ou tireoide etc. Gestantes também são submetidas a esse ultrassom, que vê como anda a circulação materno fetal na gravidez.

Das mamas

É muito importante ressaltar que o ultrassom das mamas é diferente da mamografia, indicada, sobretudo, para mulheres na faixa etária dos 40 anos ou mais. Esse exame pode ser feito em qualquer faixa etária, com o objetivo de analisar o tecido e glândulas mamárias em casos de nódulos ou cistos.

Mulheres com próteses de silicone ou grávidas, em vez da mamografia, podem optar pelo ultrassom das mamas para evitar a radiação.

Transvaginal

O ultrassom transvaginal é feito por meio da introdução de um equipamento de obtenção de imagens no canal vaginal da mulher — por esse motivo, só pode ser realizado em pacientes que não são mais virgens. Além de detectar o início de uma gravidez, o exame avalia órgãos como ovários, útero, endométrio (camadas internas do útero), entre outras estruturas.

Obstétrico

Chegamos a um dos tipos de ultrassom mais conhecido por todos: aquele realizado durante a gravidez! Toda gestante deve se submeter a esse exame para avaliar o andamento da gestação, sobretudo, a saúde e o crescimento do feto (e a sua própria também).

Eles podem ser feitos nas modalidades 3D ou 4D. Esse último, mais moderno e que permite aos pais terem uma ideia de como são as feições do bebê. Interessante, não é?

Morfológico

O ultrassom morfológico é uma das ultrassonografias que a grávida precisa fazer no primeiro (entre as 11 e 14 semanas) e no segundo (entre as 21 e 24 semanas) trimestre de gestação. É ele que avalia com mais precisão o desenvolvimento do feto, rastreando, também, possíveis alterações nos cromossomos etc.

Muitas vezes, ele é acompanhado pelo exame de Doppler, sobre o qual já explicamos anteriormente. O objetivo é avaliar a circulação do sangue entre a mãe e feto por meio da placenta e do cordão umbilical, além do fluxo do próprio bebê.

Por que é importante fazer ultrassom?

Conhecendo os diferentes tipos de ultrassom, fica mais fácil compreender por que eles são tão importantes, não é mesmo? Por meio das imagens obtidas, o médico pode analisar o quadro do paciente e fechar diagnósticos precisos, baseados justamente nos achados detectados.

Sem falar na quantidade de quadros que podem ser encontrados logo no início e tratados quanto antes, evitando a evolução para situações mais graves. Sendo assim, é muito importante fazer o check-up, realizar os exames pedidos pelo médico e fazer a consulta de retorno, sem deixar nada para trás.

Por fim, além daquilo que já citamos, o ultrassom é capaz de detectar:

  • processos tumorais;
  • processos inflamatórios e/ou infecciosos, como a apendicite;
  • formações de cálculos nos rins ou na vesícula biliar;
  • acúmulo de gordura no fígado;
  • entupimento de artérias e vasos, o que pode comprometer o funcionamento de outros órgãos vitais;
  • lesões ou estiramentos musculares, nos ligamentos ou na cartilagem etc.

Como você pode perceber, a ultrassonografia é mesmo uma ferramenta de ajuda para fechar diagnósticos. Agora que já conhece os tipos de ultrassom mais comuns, já sabe o que cada um avalia, não será mais pego por dúvidas caso o médico solicite a realização de algum.

Lembre-se de que agir de forma preventiva, consultando o profissional da saúde com frequência e seguindo as suas orientações, é sinônimo de bem-estar e felicidade.

Por falar em ultrassom, aproveite sua visita no blog para complementar os seus conhecimentos e conferir em primeira mão o “Guia completo com tudo o que você precisa saber sobre exames de imagem!“. Espero você por lá!